Ninguém te machuca sem você consentir

Siga nossas redes sociais

Todos nós passamos por inúmeras adversidades na vida. Nós nos machucamos e machucamos as outras pessoas também.

Mas a troco de quê? Como nos permitimos chegar a esse ponto?

Você se pergunta: – Eu  permito quando alguém me machuca?

Leia este artigo e descubra porque ninguém te machuca sem você consentir.

Flor na mão

Consentimento para machucar tem a ver com amor próprio

Muitas vezes não nos damos valor. A falta de amor próprio tem a ver com a crença de que não merecemos ser tratados com respeito, que não valemos muita coisa, que não temos poder de escolha e por isso, devemos aceitar qualquer migalha de afeto.

Pensar dessa forma, permite que pessoas tóxicas se aproximem. E as mesmas, reforçam nossa crença e falta de amor próprio. Quando nos damos conta, estamos mergulhados numa poça de injúrias, julgamentos, dependência e uma série de sentimentos negativos que faz com que esqueçamos de nós mesmos.

A pessoa tóxica adora a baixa autoestima do outro, se alimenta dela para poder exercer seu poder, controle e perversidade. Quando o agredido se dá conta, percebe que além de profundamente ferido, perdeu tempo, amigos e a si próprio.

Ferido e cheio de traumas continua remoendo suas crenças e acaba repetindo o mesmo padrão, atraindo pessoas cada vez mais tóxicas e que o afastam do seu verdadeiro ser.

Nunca é tarde para se reconectar

Nunca é tarde para se reconectar com você mesmo! Lembre-se de que é uma pessoa merecedora, tentaram lhe tirar essa convicção, mas você não veio ao mundo para ser maltratado.

Tente encontrar seu propósito na vida, liste suas vitórias, triunfos, dons, talentos e orgulhe de si!

Você pode, você merece, você vale e pode escolher. Tome a responsabilidade sobre sua vida e não a deixe nas mãos de quem quer que seja.

Sim, o poder é todo seu.

Comece a cuidar da sua aparência, praticar meditação, buscar autoconhecimento, mesmo que para isso precise buscar ajuda profissional.

Acredite, sua felicidade é muito valiosa para deixar na responsabilidade de outra pessoa.

É doloroso, mas afaste-se

Existem pessoas que estão tão feridas que acabam agredindo. Muitas vezes é preciso se afastar para manter a sanidade e não entrar na mesma sintonia.

Quando todas as tentativas de resolver uma questão com amor e respeito falharem é hora de se retirar. Infelizmente, algumas coisas só se resolvem quando você  diz “Chega!”.

Escolha a sua vida! Isso não é ser egoísta, é autopreservação.

Quantos indivíduos vivem relacionamento tão tóxicos e doentios que acabam adoecendo?

Adoecem física e mentalmente. Não chegue a este ponto. Dê um basta!

Pare de investir em quem não merece seu amor, cada vez que investe, está matando um pouco de si.

Autoconhecimento para distinguir

Como dito anteriormente, é necessário autoconhecimento para não se permitir ser ferido.

Quando você conhece a si próprio vai saber distinguir o que é seu e o que é do outro, pois saberá quem realmente é e do que é capaz.

Você vai saber até quando sua sombra estiver se manifestando e poderá agir com sabedoria para se corrigir, aperfeiçoar, evoluir…

O autoconhecimento o livrará do autojulgamento e assim, poderá ser mais maleável consigo.

Ao receber uma dura crítica, conseguirá refletir com maior clareza e amor e com toda certeza não se sentirá mais agredido.

Se perdoe

Me arrisco a dizer que não existe um ser humano perfeito na face da terra!

Por isso, aceite que já errou, peça desculpas a quem deve pedir e se perdoe.

Lembre-se de que o erro faz parte  do aprendizado e certifique-se de não cometê-lo novamente.

Por favor! Não se martirize ou tente redimir seu erro deixando que te machuquem, se desculpar não é consentir. Ok?

Isso, é o que tenho para você e espero que o ajude a seguir com menos dor. Se esse artigo foi útil, peço que compartilhe e  suas redes sociais para que possa auxiliar outras pessoas.

Até breve!

 

 

Siga nossas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou do Blog? Compartilhe :)

Inscreva-se em nossa newsletter para receber novidades!

You have successfully subscribed to the newsletter

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Carol Ornellas will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.