Manual de sobrevivência à pessoas tóxicas

Siga nossas redes sociais

Algumas vezes na vida somos desafiados ao convívio com pessoas tóxicas. É muito difícil ter que conviver com elas e sair sem cicatrizes dessas relações.

Seja em relacionamentos familiares, no trabalho, amizade ou vida afetiva o fato é que se faz necessária a blindagem contra pessoas tóxicas, para que não nos deixemos contaminar.

Para aprender a identificar e lidar com uma situação desse tipo, convido você a seguir lendo este artigo.

Como identificar pessoas tóxicas?

Você já se pegou perguntando: – “O que se passa na cabeça daquela pessoa?”

Pois, bem, o importante é observar. Nem sempre é fácil identificar pessoas tóxicas, muitas vezes, estamos tão envolvidos por elas que demoramos a perceber. Quando isso acontece, já estamos esgotados emocionalmente.

Seguem algumas dicas para que você comece a analisar atitudes de pessoas que podem ser consideradas difíceis ou tóxicas:

São egocêntricas e narcisistas

Sabe aquela pessoa que só fala de si mesma, tudo ela sabe, conhece, já viveu, adora se gabar e não dá espaço para ninguém falar?

Os narcisistas adoram ser o centro das atenções e “ai de quem” atrair  mais holofotes que eles. Se tornam alvos, serão ridicularizados, excluídos.

Se sentem superiores, estão sempre certos e são muito arrogantes. Pedir desculpas é praticamente impossível para essa personalidade. Nesse casso é importante saber separar o que é autoconfiança de arrogância.

São controladores e manipuladores

Pessoas tóxicas geralmente são controladoras, que ter e exercer poder sobre os outros, por se sentirem superiores, ou até mesmo pelo contrário.

Elas manipulam e fazem você se sentir o culpado, o algoz e o menor perante ela. Quando algo sai do seu controle, as controladoras podem ter reações agressivas ou  imprevisíveis.

Sugam a energia dos outros

Pessoas tóxicas sempre deixam um ambiente mais denso, isso porque são pessimistas, negativas e acreditam que nada vai dar certo.  Esse comportamento acaba minando a energia de quem está por perto.

Parecem que estão sempre dispostos a distribuir doses de veneno e a visão delas está sempre voltada para o lado negativo da coisa.

São sempre as vítimas

Tudo é culpa dos outros para quem é tóxico. Alarmistas e dramáticas, os fatos são sempre tragédias e o mundo inteiro está contra, enxerga complôs por todo lado e tem mania de perseguição.

Todas os acontecimentos são problemas e adoram os problemas, sem eles, os tóxicos não sabem viver, pois os alimenta ter conflitos, problemas e razões para reclamar.

Se julgam juízes

Pessoas com comportamento tóxicos, são juízas, estão sempre dispostos a dizes o que está certo ou errado, quem é feio ou bonito, quem é ou não digno de qualquer.

Adoram o esporte de apontar o dedo, sentenciar comportamentos e adoram uma fofoca. Afinal, adora ver “o circo pegar fogo”. Se tiverem um alvo específico, podem prejudicar a reputação de alguém.

Como lidar com as pessoas tóxicas?

O primeiro passo é identificar que está passando por isso e se perguntar, o porquê de estar atraindo esse tipo de relação para sua vida.

Outro ponto é ter ciência de que essas pessoas precisam de ajuda, uma terapia pode contribuir bastante. Se tiver oportunidade indique de maneira sutil, pois é pouco provável que elas tenham se dado conta.

A melhor atitude é se afastar desse tipo de indivíduo, mas se não puder, veja algumas dicas para que possa tolerar:

Filtre – Não se deixe levar

Não se deixe levar por uma pessoa tóxica, não entre na sintonia dela. Filtre tudo que ouvir e veja com a sua perspectiva, tendo em mente que aquela pessoa precisa de ajuda.

Não aprofunde a relação

Não de muito espaço para a pessoa tóxica entrar na sua intimidade. Fale apenas sobre amenidades (tempo, trânsito,  aquele jogo de futebol), não conte muito sobre sua vida pessoal.

Se ela vier reclamar algo, questione qual seria a melhor maneira para esse ser resolver o seu problema, assim você devolve o que não é seu.

Não entre em fofoca, se ouvir o tóxico falar mal de alguém, sugira se não seria melhor chamar o “bode expiatório” para um esclarecimento. Não opine, tão pouco tome decisões por ele.

Não entre em discussão

Muitas vezes uma discussão é tudo que a pessoa tóxica deseja para descarregar seu veneno em alguém, não lhe dê esse presente.

Tente não entrar em atrito com essa pessoa, caso aconteça use o filtro e tente não levar nada para o lado pessoal. Racionalize a situação, não responda agressões. Pense em outra coisa, contenha seu ego.

Não comente com sobre ela com outras pessoas

Falar mal de quem que é tóxico com você não vai adiantar nada, não muda a situação. Além do mais ao fazer isso, estará se igualando à quem está te perturbando.

Tenha compaixão e empatia

Tente observar quais são os gatilhos que fazem com determinado indivíduo esteja agindo como um ser humano tóxico. Todos nós corremos o riscos de apresentar os comportamentos acima em algum momento da vida.

Pense em como gostaria de ser tratado, caso fosse você a pessoa tóxica. É importante levar sempre em consideração que uma pessoa que agride, é uma sofredora, por algum motivo.

Se puder, tente indicar ajuda. E não crie expectativas de agradecimento ou pedido de perdão.

Mantenha seu coração aberto e faça a sua parte.

Seria você uma pessoa tóxica?

Você observou que possui algum dos comportamentos citados acima? O tóxico pode ser você.

Mas acalme-se é normal, vez ou outra apresentar comportamentos tóxicos, mas o mais importante é se autoconhecer e buscar o aperfeiçoamento pessoal. Faça sua reforma íntima e mude seus hábitos.

Mude.

Espero que esse artigo tenha deixado o seu coração mais leve. Se deseja continuar recebendo conteúdos como esse, inscreva-se na nossa newsletter!

Até a próxima.

Siga nossas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou do Blog? Compartilhe :)

mautic is open source marketing automation
Pular para a barra de ferramentas